ACOLHIDOS, exposição sobre o percurso de refugiados venezuelanos no Brasil, é prorrogada em Brasília

Brasília, sexta-feira, 29 outubro, 2021

ACOLHIDOS, exposição sobre o percurso de refugiados venezuelanos no Brasil, é prorrogada em Brasília

Foto: Divulgação.


Atualizado em: 29 outubro, 2021

Galeria produzida exclusivamente no vão principal do CCBB permanece aberta ao público até 14 de novembro, com entrada livre

A exposição ACOLHIDOS: o percurso da Venezuela à integração no Brasil, em cartaz CCBB Brasília desde 30 de setembro, foi prorrogada e ficará aberta até 14 de novembro para o público. Mais de 10 mil visitas já foram registradas na mostra, realizada pela AVSI Brasil, com fotografias de Antonello Veneri, para destacar as ações desenvolvidas com refugiados e migrantes venezuelanos que foram acolhidos em Roraima e interiorizados para outras cidades do Brasil, a partir de oportunidades previstas no projeto Acolhidos por meio do trabalho.

Para ilustrar o trajeto percorrido por essas famílias, desde que chegaram ao Brasil, até a conquista de sua autonomia, Veneri cruzou a fronteira com a Venezuela e visitou os abrigos da Operação Acolhida, em Roraima, e percorreu diversas cidades que receberam grupos de venezuelanos, após contratações de trabalho intermediadas pela AVSI Brasil e parceiros do projeto, junto à iniciativa privada.

Na exposição, o visitante pode contemplar cerca de 120 fotografias e retratos, ler depoimentos de pessoas entrevistadas, além de contar com recursos audiovisuais que proporcionam uma reflexão sobre refúgio, migração e acolhimento no Brasil. A exposição conta ainda com uma sala educativa, onde são realizadas atividades para jovens e crianças e apresentação de vídeos com depoimentos do fotógrafo, sobre os bastidores desta experiência, além de depoimentos de colaboradores da AVSI Brasil, acerca do trabalho humanitário realizado nos centros de acolhida.

Para Thais Braga, gerente do projeto na AVSI Brasil, a extensão do período expositivo reforça a importância de promover uma reflexão mais aprofundada sobre um tema tão atual, que é o deslocamento forçado no mundo. “Conseguir levar a questão da emergência humanitária venezuelana em um espaço como o CCBB é uma oportunidade ímpar de visibilizar essa questão junto à sociedade em geral. A sensibilidade das pessoas faz a diferença em cada dia da vida dessas pessoas, que deixam tudo para trás em busca de reconstrução, e esperamos que os visitantes se orgulhem de como nós, brasileiros, somos acolhedores”, analisa Thais.

A exposição ACOLHIDOS: o percurso da Venezuela à integração no Brasil tem entrada gratuita, e fica aberta de terça a domingo, das 9h às 21 e não é necessário fazer reservas. A classificação indicativa é livre. O espaço prevê todos os protocolos de segurança e controle preventivos à Covid-19. O uso de máscara é obrigatório. Durante a visitação, respeite a distância de 1,5 metro entre as pessoas, siga o trajeto indicado, não consuma alimentos e bebidas na galeria. É recomendado não tirar a máscara para fotos e descartar luvas, máscaras e objetos de uso pessoal somente em lixeiras apropriadas. A organização do evento disponibiliza álcool em gel 70% em vários espaços.

O projeto

O projeto Acolhidos por meio do trabalho é implementado pela AVSI Brasil e Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH) e conta com o envolvimento da Fundação AVSI e AVSI-USA e é financiado pelo Bureau de População, Refugiados e Migração (PRM) do Departamento de Estado dos Estados Unidos, com o objetivo de fortalecer as ações da Operação Acolhida; força-tarefa humanitária liderada pelo Governo Federal, em resposta à crise humanitária instaurada na Venezuela. A iniciativa conta com o apoio institucional da Casa Civil da Presidência da República, da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e de entidades da sociedade civil que atuam na temática do refúgio e da migração. Desde 2019 o projeto já intermediou a interiorização de 1.143 venezuelanos, de Roraima para nove estados brasileiros, incluindo o Distrito Federal, sendo que 543 foram contratados por empresas parceiras. Cada pessoa contratada pode levar seus familiares para um novo recomeço na cidade de acolhida e contam com acompanhamento social e moradia nos três primeiros meses após a contratação. O projeto também atua com a população brasileira em situação de vulnerabilidade, com capacitações profissionais e a inserção no mercado de trabalho

Sobre AVSI Brasil

A Associação Voluntários para o Serviço Internacional Brasil (AVSI Brasil) é uma organização sem fins lucrativos, constituída em 2007, para contribuir na melhoria as condições de vida de pessoas que vivem em situações de vulnerabilidade ou emergência humanitária. A organização é vinculada ao contexto internacional por meio da parceria com a Fundação AVSI, ONG de origem italiana que atua em mais de 30 países, presente no Brasil desde os anos 80 e que estimulou a criação da AVSI Brasil. Atualmente, conta com mais de 500 colaboradores em 10 estados (Amazonas, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Roraima e São Paulo) e no Distrito Federal. Atualmente é responsável pela gestão de oito abrigos para refugiados e migrantes venezuelanos em Roraima. Acesse www.avsi.org.br


SERVIÇO:

Exposição Acolhidos: o percurso da Venezuela à integração no Brasil
Local: Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB Brasília (SCES Trecho 2 – vão central da Torre 4, térreo)
Período: 30 de setembro a 14 de novembro de 2021
Horário: 9h às 21h – de terça à domingo
Entrada: Gratuita Classificação indicativa: Livre
Fabiana A. Vieira (AVSI Brasil): 61 99874.9730 – acolhidos@avsi.org.br

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM SE INTERESSE POR:


0

Comente esta notícia!