Campanha de conscientização sobre a coleta seletiva está de volta

Brasília, quinta-feira, 12 maio, 2022

Campanha de conscientização sobre a coleta seletiva está de volta

Condomínios que fizerem a separação correta dos resíduos receberão o adesivo com cartão verde | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

Com: informações do Serviço de Limpeza Urbana
Fonte: Agência Brasília

Atualizado em: 12 maio, 2022

SLU vai avaliar o conteúdo dos sacos de lixo dos moradores e aplicar cartões coloridos de acordo com a qualidade da separação. Ação educativa começa por Asa Sul, Vicente Pires e Taguatinga

A campanha Cartão Verde, criada pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU) para incentivar a coleta seletiva no Distrito Federal, recomeça a partir da segunda-feira (16). Na nova etapa, Asa Sul, Vicente Pires e Taguatinga recebem a iniciativa. Ao longo dessa semana, equipes de orientação do SLU estão visitando residências e condomínios das regiões escolhidas para informar sobre a campanha.

“Queremos conscientizar cada vez mais a população para a importância da coleta seletiva. Um dos pontos fundamentais da campanha é valorizar com cartão verde os moradores e condomínios que fazem a separação correta dos seus resíduos”
Efigênia Lustosa, coordenadora de Mobilização do SLU

Nas três semanas seguintes, os garis da coleta seletiva entram em ação. Eles avaliam se o conteúdo dos sacos de lixo é predominantemente de recicláveis ou se os materiais estão misturados com orgânicos. Assim, os coletores aplicam os cartões de acordo com o que observam: cartão verde, quando a separação está bem-feita; cartão amarelo, quando o material está um pouco misturado, e cartão vermelho quando os moradores não estão fazendo a separação correta.

Os garis avaliam a qualidade da coleta seletiva uma vez por semana e aplicam os cartões três vezes (um cartão para cada semana da campanha). Após três semanas, quem receber três cartões vermelhos será notificado pelo DF Legal, que estipulará um prazo para o usuário praticar o acondicionamento correto do lixo. Se persistir no erro, o morador ou condomínio poderá ser multado.

De acordo com a coordenadora de Mobilização do SLU, Efigênia Lustosa, a campanha tem caráter predominantemente educativo. “Queremos conscientizar cada vez mais a população para a importância da coleta seletiva. Um dos pontos fundamentais da campanha é valorizar com cartão verde os moradores e condomínios que fazem a separação correta dos seus resíduos. Quem não faz tem a oportunidade de mudar de comportamento ao longo das três semanas de adesivação”, ressalta.

Ampliação da coleta seletiva

O retorno da campanha Cartão Verde na semana que vem ocorre junto à ampliação da coleta seletiva porta a porta. A partir de segunda-feira (16), serão atendidas 32 regiões administrativas subdivididas em 23 áreas. Neste momento, apenas o Sol Nascente/Pôr do Sol não terá o serviço.

A extensão do trabalho ocorre em função do contrato de mais 11 cooperativas de materiais recicláveis, totalizando 22, que se somam às empresas do pregão de prestação de serviço de limpeza urbana no serviço. O investimento é de aproximadamente R$ 12,6 milhões e vai beneficiar mais de 1,4 mil catadores do DF.

A expectativa é engajar a população na separação do lixo. “Teremos uma interação mais humana e participativa. Espero uma sensibilização porque a população vai saber que aquele resíduo vai para um catador, o que quer dizer rendimento para famílias”, avalia o assessor especial da Diretoria Técnica do SLU, Francisco Mendes.

Endereços que recebem a campanha

Os condomínios e moradores das regiões participantes dessa etapa da Campanha Cartão Verde (Asa Sul, Vicente Pires e Taguatinga) devem estar atentos aos endereços que serão avaliados pelos garis. Confira:

Asa Sul

→ SQS 202, 203, 204, 205, 206, 207, 208, 209, 402, 403, 404, 405, 406, 407, 408 e 409

Vicente Pires

→ Ruas 3/3B/3C

Taguatinga

→ Blocos QNL 2, 4, 6, 8 e 1, 3

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM SE INTERESSE POR:


0

Comente esta notícia!