Com início da estiagem, redobram os cuidados com a saúde e meio ambiente

Brasília, quinta-feira, 5 maio, 2022

Com início da estiagem, redobram os cuidados com a saúde e meio ambiente

Defesa Civil conta com a colaboração de todos para denunciar possíveis focos de incêndio, com o início daestiagem. Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Fonte: ASCOM RAXVI

Atualizado em: 5 maio, 2022

Baixa umidade do ar com tempo seco e escassez de chuvas. Com a chegada de maio, começa também o período de estiagem em todo o Planalto Central, merecendo a atenção redobrada com relação à saúde e o meio ambiente.

Cuidados pessoais, principalmente em relação à hidratação, e com as queimadas ou focos de incêndio, em áreas de preservação, parques e terrenos públicos, levam a Defesa Civil a fazer muitas recomendações nesse período do ano.

A seca é uma característica do cerrado brasileiro. Com a queda das temperaturas, aumenta a ocorrência de doenças
respiratórias, em razão da secura e da poeira. A Defesa Civil utiliza três classificações padrões de cautelas em relação à situação de baixa umidade do ar:

• De atenção (entre 20% e 30%por cinco dias seguidos)
• De alerta (entre 12% e 20%por três dias consecutivos)
• De emergência (abaixo de 12%por dois dias em sequência)

Segundo especialistas, a baixa umidade aumenta a incidência de doenças respiratórias, como rinite alérgica e asma, além de causar problemas na pele, nos olhos e, o que é pior, sangramento nasal. O mais preocupante é que entre as principais vítimas estão crianças e idosos, pessoas com comorbidades e que precisam de atenção especial.

Por isso, uma das recomendações mais importantes repassadas tanto pela Defesa Civil quanto por profissionais da saúde é evitar atividades esportivas ou exercícios de qualquer natureza entre às 10h e 17h. Outra orientação é o uso de roupas leves, assim como a utilização de hidratantes labiais, cremes corporais, além de protetor solar. Hidratação é essencial.

A Defesa Civil do DF envia informes de alertas via mensagens de SMS à população. Para receber os torpedos, é necessário se cadastrar enviando uma mensagem de SMS com o CEP de sua residência para o número 40199.

Atenção especial também com qualquer foco de incêndio. A Defesa civil conta com a colaboração dos moradores para denunciar estes tipos de ocorrências, para que possam ser contidas, antes dese transformarem em tragédias. O Corpo de Bombeiros está preparado para atender essas ocorrências.

Confira as principais orientações da Defesa Civil neste período de seca:

– Manter uma boa hidratação (água, sucos naturais, água de coco, por exemplo). Sugerimos portar, sempre que possível, uma garrafa para reposição de líquidos.
– Umedecer periodicamente as narinas e os olhos com soro fisiológico para evitar o ressecamento.
– Utilizar hidratantes labiais e cremes corporais.
– Utilizar umidificador, baldes ou bacias com água ou panos molhados, de forma a elevar adequadamente a umidade do ar em casa.
– Manter a adequada limpeza dos ambientes, evitando acúmulo de pó e reduzindo a presença de ácaros e fungos, a fim de minimizar o surgimento de crises alérgicas.
– Dar especial atenção às crianças e aos idosos, monitorando principalmente a questão de hidratação e doenças respiratórias.
– Reduzir ou suspender, se possível, as atividades físicas entre as 10h e 17h (período mais quente do dia).
– Dar preferência a refeições leves.
– Usar roupas leves, chapéu ou boné.
– Ficar atento à previsão do tempo e, em caso de Alerta de Baixa Umidade, intensificar os cuidados.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM SE INTERESSE POR:


0

Comente esta notícia!