Criação do Mercado Central de Brasília será tema de audiência pública

Brasília, segunda-feira, 23 agosto, 2021

Criação do Mercado Central de Brasília será tema de audiência pública

A empresa que ganhar a licitação pública terá direito a explorar o Mercado Central de Brasília por 35 anos | Arte: Ceasa

Com: informações da Ceasa
Fonte: AGÊNCIA BRASÍLIA

Atualizado em: 23 agosto, 2021

Expectativa é gerar cerca de 1.200 empregos ao levar bares, lanchonetes, restaurantes e pontos de degustação para dentro da Ceasa

A ideia de criar em Brasília um local de encontro agregando interesses gastronômicos e turísticos dentro da Ceasa é antiga, mas amadureceu. Tanto que o projeto já existe e será submetido à audiência pública em 1º de setembro, a partir das 9h. “Trata-se de um passo obrigatório; essa audiência vai trazer uma série de contribuições que a comissão avaliará se serão incorporadas ou não no edital”, explica o presidente da Ceasa, Sebastião Marcio.

O modelo do espaço segue o de locais similares no Brasil, a exemplo do Mercado Municipal de São Paulo, e tem capacidade para gerar cerca de 1,2 mil novos postos de trabalho diretos. Quanto aos efeitos na microeconomia local, a expectativa é que a atividade institucional do Mercado Central de Brasília contribua para um aumento na capacidade de atendimento, gerando um impacto positivo na rede de comércio e serviços do Entorno.

O empreendimento terá custo zero para o GDF, pois virá de uma Parceria Público-Privada (PPP).

A modernização da atual estrutura da Ceasa é só mais uma conquista desse espaço cativo criado em 1972. Para Sebastião Marcio, o Mercado Central “será um grande ponto de encontro brasiliense, com grandes atrações gastronômicas e diversidade de artesanato. Duvido que quem venha visitar o DF não queira passar pelo local”, disse.

Próximos passos

A etapa seguinte será a abertura de licitação, o que deve ocorrer no final deste ano. A empresa que ganhar a licitação terá direito a explorar o mercado por 35 anos.

Até o dia 6 de setembro está aberta a fase de consulta pública, na qual os interessados terão acesso a toda documentação que diz respeito ao Mercado. Basta clicar aqui. Contribuições e sugestões poderão ser encaminhadas pelo e-mail ceappp@ceasa.df.gov.br até as 23h59 do dia 06 de agosto, como forma de recebimento de manifestações da população e aprimoramento do procedimento que se instala.

O evento será transmitido ao vivo no canal da Ceasa no YouTube

Arte: Ceasa

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM SE INTERESSE POR:


0

Comente esta notícia!