Desde o início da pandemia, mais de 327 mil pessoas tornaram-se MEIs

Brasília, terça-feira, 17 agosto, 2021

Desde o início da pandemia, mais de 327 mil pessoas tornaram-se MEIs

Crédito: Divulgação.


Atualizado em: 17 agosto, 2021

Especialista em empreendedorismo, Juliana Guimarães, dá cinco dicas para um MEI crescer mais rápido

De acordo com o Portal do Empreendedor, mais de 327 mil pessoas se formalizaram como MEI (microempreendedores individuais) no Brasil desde o início da pandemia do novo coronavírus. O total de microempreendedores individuais passou de 9,8 milhões, na segunda quinzena de março, para 10,2 milhões no fim de maio.

Uma pesquisa do Sebrae aponta que 37% dos brasileiros sonham em abrir o próprio negócio, 46% veem boas oportunidades nessa ideia e 62% dizem que já têm até os conhecimentos necessários à empreitada.

A especialista em empreendedorismo e fundadora da Kunk.Club e do 55Lab.co, Juliana Guimarães, explica que muitas pessoas decidiram se reinventar na quarentena.

“E o MEI traz a possibilidade de fazer isso de maneira formal, permite que a pessoa acesse vários benefícios. Porém, quando resolvemos empreender, principalmente quando viramos microempreendedores individuais, há muitas dúvidas e incertezas sobre o caminho que vamos percorrer”, pontua a especialista.

Então, o que um MEI pode fazer para crescer com mais consistência e velocidade? O primeiro passo, segundo Juliana Guimarães, é:

1) fazer um controle financeiro:

“Empreendedores que separam as contas da pessoa física da pessoa jurídica estão anos luz mais organizados do que os que colocam tudo no mesmo saco”, pontua.

2) Se prepare para quando sair do limite de faturamento:

“Se você for MEI, paga só a parcela fila de R$ 60, faturando até R$6.750 por mês ou R$81 mil por ano. Se você passar a faturar R$ 8 mil por mês e estiver no Simples Nacional, em um CNAE de prestação de serviços de comunicação, por exemplo, já começa a pagar 6%, ou seja, R$480.”

3) Separe uma reserva de emergência

“Assim, se seu computador quebrar e você precisar ir ao médico, não vai ter que escolher. Cada reserva vai ser usada para seu propósito. E como fazer isso? Construindo uma reserva de emergência para o seu negócio”, esclarece a especialista.

4) Diversifique sua carteira de clientes

“Diversificar a carteira de clientes é a maneira mais eficiente de aumentar as vendas da empresa e aumentar a segurança da empresa no mercado. Isso porque, em determinados casos, você pode perder alguns clientes e não conseguir recuperá-los. Caso saiba lidar com mais perfis terá mais chance de reaver, ao menos, parte deles.

5) Precificação

“Um dos maiores erros de empreendedores iniciantes é a precificação errada do produto. Segundo a regra de Pareto, 80% da sua receita vem de 20% dos produtos/serviços que você vende. Se não tiver com os números na mão, você está deixando dinheiro na mesa.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM SE INTERESSE POR:


0

Comente esta notícia!