DF alcança recorde ao vacinar 76,9 mil pessoas no primeiro dia de mutirão

Brasília, sábado, 24 julho, 2021

DF alcança recorde ao vacinar 76,9 mil pessoas no primeiro dia de mutirão

Apesar do grande movimento, as equipes cumpriram seu papel em vacinar quem procurou os pontos | Fotos: Bruno Esaki/Agência Saúde-DF

Com: informações da Secretaria de Saúde
Fonte: AGÊNCIA BRASÍLIA

Atualizado em: 25 julho, 2021

96 pontos de vacinação permaneceram abertos para imunizar o público acima dos 37 anos

O movimento nos 96 pontos de vacinação abertos nesta sexta-feira (23) foi intenso durante todo o dia. O resultado foi um recorde no número de pessoas vacinadas na capital federal em um único dia. Das 8h às 17h, a Secretaria de Saúde vacinou 76.922 pessoas, sendo que 60.473 receberam a primeira dose, 16.213, a segunda, e 236, a dose única da vacina Janssen.

“Esse quantitativo de pessoas vacinadas hoje mostra todo o potencial que nossas equipes têm para alcançar cada vez mais pessoas e aumentar a cobertura vacinal”
Osnei Okumoto, secretário de Saúde

O mutirão continua neste sábado em 74 pontos que funcionarão das 9h às 17h. O Comitê de Vacinação decidiu reduzir o número de pontos de vacinação para o sábado, tendo em vista o avanço da aplicação de doses nesta sexta-feira.

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, parabeniza as equipes que trabalharam intensamente para vacinar a população do Distrito Federal. “Já são seis meses de campanha e a cada dia avançamos mais conforme recebemos mais doses pelo Ministério da Saúde”, explica.

“Quero agradecer ao empenho de todos os servidores que trabalham diariamente vacinando a nossa população. Esse quantitativo de pessoas vacinadas hoje mostra todo o potencial que nossas equipes têm para alcançar cada vez mais pessoas e aumentar a cobertura vacinal”, afirma o secretário.

Okumoto destacou, ainda, que “dependemos da chegada de mais doses para avançar ainda mais na vacinação do Distrito Federal”. A campanha de vacinação já atingiu 54,39% de cobertura vacinal, considerando os indivíduos que receberam a primeira dose ou a dose única, e 21,44% para aqueles que completaram a imunização, recebendo a segunda dose ou a dose única.

Em números, a capital federal já vacinou 1.209.244 pessoas com a D1, 447.937 com a D2 e 47.201 com a dose única.

Dia movimentado

Para o mutirão de vacinação contra a covid-19, a Secretaria de Saúde destinou 100 mil doses de vacina para serem aplicadas entre sexta (23) e domingo (25). Apesar do grande movimento, as equipes cumpriram seu papel em vacinar quem procurou os pontos.

Pollyanna Santos é enfermeira da UBS 11 de Ceilândia: “Alegria de estar participando de momento histórico e tão importante”

Simone Costa Lopes, 41 anos, é moradora de Ceilândia e recebeu a primeira dose na Unidade Básica de Saúde 11. “Para mim, está sendo muito importante receber a vacina e acho que todos nós devemos ter essa conscientização de estarmos vindo tomar a vacina. Não apenas para o nosso bem, mas para o bem do próximo também, viva o SUS!”.

A enfermeira da UBS 11 de Ceilândia Pollyanna Santos Magalhães participa diretamente do processo de vacinação e fala o quanto é importante para ela vivenciá-lo . “É uma alegria estar participando de um momento histórico e tão importante. Estamos em festa aqui na UBS, todos estão muito felizes por participar deste momento na vida das pessoas”, considera.

Jairon Carvalho de Sousa, 42 anos, também é morador de Ceilândia e foi vacinado no Centro de Ensino Fundamental 32 de Ceilândia. Para ele foi um “um alívio” tomar a primeira dose da vacina. “Quero agradecer a todos que trabalham diretamente na vacinação. Estou muito feliz.”

Neste sábado, o público-alvo do momento pode procurar um dos 74 pontos que estarão abertos para iniciar o esquema vacinal, ou finalizar o ciclo.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM SE INTERESSE POR:


0

Comente esta notícia!