Meio Ambiente

Jardim Botânico reforma mirante e banheiro da área de piquenique

Brasília, quarta-feira, 18 setembro, 2019

Foto: JBB/Divulgação

Sanitários não passavam por manutenção há muito tempo e a espécie de belvedere estava interditado por precaução

O Jardim Botânico de Brasília iniciou as reformas do banheiro da área de piquenique e do mirante do Jardim de Contemplação, ambos na área de visitação. A previsão é que até o início de outubro as obras estejam concluídas e entregues aos visitantes.

Segundo a diretora-executiva do JBB, Aline De Pieri, as intervenções darão mais conforto, comodidade e segurança ao público que frequenta a unidade de conservação.

Ela explica que o número de frequentadores aumentou em todo o JBB no último ano e que nessa área onde ficam esses dois equipamentos a movimentação de pessoas foi ainda maior devido à ampliação do parquinho infantil.

“Os banheiros não passavam por manutenção há muito tempo e o mirante estava interditado por precaução. Com a reforma esperamos melhorar a experiência dos usuários, proporcionando um ambiente completamente seguro e confortável”, complementou.

O banheiro é composto por dois ambientes, um masculino e outro feminino, e a área total chega a 40 m². Entre as intervenções previstas, está a instalação de novo piso, novas bancadas de granito nas pias, revitalização das esquadrias e conserto de puxadores e fechaduras das portas dos sanitários, nova pintura interna e externa, substituição das telhas e instalação de espelho.

No mirante do Jardim de Contemplação, próximo ao parquinho infantil, a empresa responsável pela obra terá que substituir todas as madeiras dos degraus e guarda-corpos, além do restauro completo dos pisos nos dois pavimentos.

Foto: JBB/Divulgação

A área total tem 28m² e é uma das edificações mais utilizadas pelos usuários. “Esse espaço é um dos preferidos dos visitantes para tirar fotos, pois proporciona uma visão panorâmica do jardim e dos lagos. Precisávamos reformar para que a estrutura não ofereça nenhum risco aos frequentadores”, reforçou Aline.

O processo de licitação, desde a elaboração do edital até escolha da empresa, durou mais de seis meses e a vencedora atendeu a todos os critérios estabelecidos. As duas obras custarão cerca de R$ 65 mil, provenientes do GDF.

Fonte: AGÊNCIA BRASÍLIA

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM SE INTERESSE POR:


0

Comente esta notícia!