Parcelamento de solo no Jardim Botânico será discutido em evento online

Brasília, sexta-feira, 8 abril, 2022

Reserva Jacarandá M. Residence, localizado na Região Administrativa do Jardim Botânico | Reprodução de Imagem de Satélite / Ibram

Com: informações do Brasília Ambiental
Fonte: Agência Brasília

Atualizado em: 8 abril, 2022

Audiência pública, que será transmitida canal do YouTube do Brasília Ambiental com a exposição técnica do projeto, está marcada para terça-feira (12), a partir das 19h

O Instituto Brasília Ambiental, por meio da Superintendência de Licenciamento (Sulam), promove terça-feira (12) a audiência pública virtual de apresentação e discussão do Relatório de Impacto de Vizinhança (Rivi) para parcelamento de Solo Urbano Reserva Jacarandá M. Residence, localizado na Região Administrativa do Jardim Botânico.

A transmissão ao vivo será realizada no canal do YouTube do Brasília Ambiental, das 19h às 21h45, com a exposição técnica do projeto e um espaço aberto para a participação de interessados. As instruções e os procedimentos para acesso ao evento já estão disponíveis no site do Instituto.

As audiências públicas são importante instrumento de interação com o público para o esclarecimento de dúvidas e o acolhimento de sugestões, com o objetivo de garantir um processo de licenciamento ambiental de qualidade, atendendo a comunidade em seus anseios e buscando soluções para a redução dos danos sobre o meio ambiente.

“Estudar uma forma de ocupação planejada, dentro de um processo de licenciamento ambiental, seguindo todo um rito, minimiza os impactos ambientais, buscando-se assim a sustentabilidade, com o correto uso do solo, equilíbrio social e ambiental”, acrescenta o superintendente de Licenciamento do Brasília Ambiental, Alisson Neves.

Àqueles que quiserem participar, mas que não tenham acesso à internet poderão acompanhar a reunião virtual no Centro de Ensino Fundamental – CEF Jataí, situado na Fazenda Barreiros, km 11, rodovia DF-140, Brasília, Distrito Federal.

Confira aqui como fazer as contribuições, encaminhamento de perguntas por meio de formulário e também os estudos ambientais e regulamento da Audiência Pública Virtual.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM SE INTERESSE POR:


0

Comente esta notícia!