Gestão

Setor Hospitalar Sul será revitalizado

Brasília, quinta-feira, 19 setembro, 2019

Programa Adote uma Praça firma parceria entre GDF e dois grupos empresariais. Obras de recuperação começam neste semestre

O Governo do Distrito Federal (GDF) firmou, na manhã desta quinta-feira (19), mais uma parceria com a iniciativa privada para o programa Adote uma Praça. Desta vez, a benfeitoria vai chegar ao Setor Hospitalar Sul (SHS), que será revitalizado com investimentos de dois grupos empresariais: a Rede D’Or e o Hospital Santa Lúcia.

“Estamos colocando em prática, com apoio dos empresários, diversos projetos de melhoria do DF, e isso está fomentando o desenvolvimento, gerando, além das benfeitorias, emprego e renda”, destacou o governador Ibaneis Rocha, durante a cerimônia de assinatura do termo de cooperação entre o GDF e os dois grupos hospitalares.

Conforme o acordo, a iniciativa privada vai financiar a execução total de um projeto urbano de revitalização, desenvolvido por arquitetos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh). No croqui estão obras diversas, como recuperação de calçadas e estacionamentos, melhorias na pavimentação e reestruturação de pontos livres para acesso aos transeuntes. Segundo o secretário de Projetos Especiais, Everardo Gueiros, um quinto do total de investimentos será destinado ao reforço da iluminação pública.

“Estamos colocando em prática, com apoio dos empresários, diversos projetos de melhoria do DF, e isso está fomentando o desenvolvimento, gerando, além das benfeitorias, emprego e renda”
Governador Ibaneis Rocha

Benefícios para todos

Representante da Rede D’Or, o empresário Jefferson Clock elogiou o projeto de revitalização do SHS. “Até o comércio dos quiosques e ambulantes vai melhorar”, adiantou. “É um projeto encantador, e estamos investindo em melhorias para o dia a dia de todos”.

Representante do Hospital Santa Lúcia durante a solenidade, o médico Rafael Leal lembrou que a inciativa de revitalizar o setor é um desejo antigo do empresariado. “Há anos estamos tentando viabilizar essa reforma, mas finalmente, agora, encontramos esse caminho”, valoriza.

“As palavras de ordem são criatividade e parcerias, porque o orçamento público não consegue fazer todas as obras e dar o retorno de tudo aquilo que a população precisa”, explicou o presidente da Câmara Legislativa, deputado Rafael Prudente. Em sua avaliação, o projeto Adote uma Praça é um dos caminhos possíveis e inteligentes de superar as dificuldades econômicas e financeiras não só do Distrito Federal, como também do Brasil.

Bons resultados

O Adote uma Praça foi lançado pelo governador Ibaneis Rocha em 17 de maio, tempo a partir do qual várias parcerias já foram feitas entre a administração direta e a iniciativa privada.

Durante a cerimônia de assinatura do documento de parceria, o governador Ibaneis Rocha destacou a importância do programa Adote uma Praça | Foto: Renato Alves / Agência Brasília

É o caso da revitalização do estacionamento da QI 15, no Lago Sul, realizada a partir do acordo de cooperação da administração regional e o Hospital Brasília. Ainda no Lago Sul, o governo também conseguiu firmar parceria com a Escola das Nações, que está patrocinando a construção de um estacionamento público e de jardins na área ao redor da sua sede.

Em Sobradinho, Taguatinga e Águas Claras, também há ações pontuais do projeto, com a recuperação de mobiliários urbanos. No Sudoeste, o Colégio Jardim Botânico assumiu a responsabilidade de bancar a construção de um estacionamento na EQSW 101/102. Todos as plantas de reforma ou construção resultantes das parcerias com a iniciativa privada são desenvolvidas pela coordenação de projetos da Seduh.

Fonte: AGÊNCIA BRASÍLIA
Por: RENATA MOURA

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM SE INTERESSE POR:


0

Comente esta notícia!